A atividade de pull-in se resume a um conjunto de manobras de superfície, abordo de uma Unidade Estacionária de Produção (UEP), para viabilizar a transferência de um duto a ser interligado, através de operações de conexões e fixação deste na plataforma; há também as operações de desmobilizações desses dutos (pull-out).

Para execução dessas atividades, além de equipes extremamente capacitadas, são utilizados diversos equipamentos e ferramentas de apoio, em especial os guinchos de pull-in, que podem ser fixos – pertencentes às unidades – ou de nosso fornecimento.